Carmen Kawano

A construção religiosa mais antiga dos imigrantes japoneses no Brasil é, na verdade, anglicana. Ela pertence à Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, que tem ligação com a Igreja da Inglaterra - e também com a Igreja Episcopal americana e a Igreja Anglicana do Japão - através de sua Sé de Canterbury.

Conhecida pelos imigrantes como Seikokai - este é o nome da Igreja Anglicana em japonês, e são os ideogramas que aparecem no título -, seus primeiros membros chegaram à cidade de Registro, SP, em 1918, onde, na colônia onde viviam, construíram em comunidade a Igreja de Todos os Santos. Hoje prestes a completar 80 anos, a pequena capela está sendo estudada para o tombamento. A existência desta construção possibilitou o fortalecimento de laços familiares e a educação bilingüe das crianças.

Distante 18 Km da cidade mais próxima, na época acessada somente a cavalo, depois de uma viagem pelo Rio Ribeira de Iguape, esta primeira construção religiosa dos imigrantes japoneses no Brasil, que esta sendo estudada para o tombamento federal, serviu como lastro para que famílias mantivessem laços importantes entre elas e com o Japão. Em torno dela, as crianças tinham educação bilingüe e cresciam todas juntas.

Esta é a historia desses imigrantes em Registro e desta capela, cuja obra envolveu toda a comunidade e foi totalmente construída com esforço e recursos próprios.


Carmen Kawano é formada em Letras e em Física pela Universidade de São Paulo (USP), morou 5 anos em Tóquio, onde fez o mestrado em Engenharia Eletrônica e foi assessora de Ciência e Tecnologia na Embaixada do Brasil. Escreve sobre ciências, tem formação teológica pela Pontifícia Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção, atua na Diocese Anglicana de São Paulo e faz pesquisas em ciência e religião


Casa Editorial Maluhy & Co. 2008
 

176 páginas
15,2 x 22,9 cm
ISBN 978-85-61516-03-1